Porsche GT3 Cup Challenge terá novo traçado neste final de semana no Velo Città

Layout da pista com a “Eau Rouge brasileira” e nova curva 0 baixa em até 6 segundos as marcas da categoria em Mogi Guaçu

Previous Image
Next Image

As corridas da segunda etapa da temporada 2015 da Porsche GT3 Cup Challenge serão disputadas neste sábado com o novo layout do autódromo do Velo Città, cujo principal destaque é a “Eau Rouge brasileira”.

A pista de Mogi Guaçu recebeu uma nova alternativa de traçado, com um S de alta substituindo a antiga freada da curva 3. O desenho da curva, aliado ao fato de terminar em aclive, remete à mítica “Eau Rouge”, do circuito belga de Spa Francorchamps -um dos trechos mais míticos do calendário da F1.

Nesta quinta, com a realização da clínica de pilotagem e dos treinos opcionais, os pilotos da categoria já puderam acelerar seus Porsches no novo traçado. Os tempos estabelecidos pelos pilotos consultores da categoria desde o shakedown de quarta indicam a queda de até 6 segundos no tempo de volta, no comparativo com a última passagem da categoria pelo moderno circuito do interior paulista, em outubro de 2014.

“É uma curva muito rápida e com pouca visibilidade no fim. Como ela é em subida, você tem pontos cegos e realmente sente no corpo a diferença na elevação do terreno. É uma curva muito gostosa de fazer e muito desafiadora”, observou o bicampeão da Cup, Ricardo Baptista.

O piloto do carro #27 destacou também a reforma da curva 0, cujo novo traçado permite antecipar a aceleração para a reta principal. “Os carros começam a ganhar a velocidade bastante tempo antes e a tendência é chegar mais rápido no final da reta.” Quarto colocado no campeonato, Ricardo Baptista diz que a alta temperatura nesta quinta e o fato de ter tido o contato inicial com o novo layout da pista não possibilitou ainda um ajuste diferente do tradicionalmente usado em Mogi Guaçu. “A tendência é que permita mudar um pouco o acerto, mas precisamos andar um pouco mais para ter certeza.”

Piloto consultor da Porsche GT3 Cup Challenge e campeão da Stock Car em 2008, Max Wilson argumenta que o fato de a pista ter ficado mais rápida não necessariamente implica em mais pontos de ultrapassagem.

“Na verdade a reta do box mais longa aumenta a chance de ultrapassagem. Porém o circuito antigo tinha uma freada forte antes da curva 3, que agora não existe mais com a adoção do S. Então na média acho que temos menos pontos de ultrapassagem que anteriormente”, pontuou Max, para quem a categoria ganha muito, agora que tem duas opções de layout à disposição para competir no Velo Città.

“Eu particularmente gosto também do circuito anterior. Agora é mais legal ainda porque tem duas opções de traçado. Mais ainda: é muito bacana ter uma pista dentro de um cenário como este, numa fazenda. Já esse S novo, a ‘Eau Rouge brasileira’ é bastante desafiador. É uma curva rápida e cega, em que os pilotos precisam tomar bastante cuidado pois não dá para ver a saída. É uma curva gostosa de fazer. A curva da vitória também ficou muito mais rápida que a anterior.”

Marcello Sarcinella, piloto do carro #12 da classe Challenge, também aprovou a nova configuração do Velo Città.

“A pista ficou muito menos travada, e os pilotos obviamente terão que ficar mais atentos. A imitação da Eau Rouge ficou bárbara e certamente ganhamos tempo. Ficou muito rápido aquele trecho, e quando chega na freada do cotovelo, se não estiver atento, o carro vai embora. Então faz o coração bater mais forte”, falou Sarcinella, que fez ainda uma ressalva: “Não experimentei com chuva e espero não ter que experimentar também”.

Entre os pilotos que foram à pista nesta quinta-feira para os treinos opcionais novamente esteve o tricampeão mundial de F1 Nelson Piquet, com o carro #6 da classe Cup. Nas provas deste sábado, o bólido ficará a cargo de seu filho Pedro, 16, atual campeão da F3 Brasil.

A jornada deste final de semana marca o aniversário de 10 anos da Porsche GT3 Cup Challenge Brasil. Exatamente há uma década, em 16 de abril de 2005, 12 carros alinharam em Interlagos para a primeira prova da história da categoria. Entre eles estava Marcel Visconde, que hoje ocupa a quinta posição no campeonato da Cup.

Presidente da Stuttgart Sportcar (importadora oficial da Porsche) e piloto do carro #15, Marcel se lembrou da corrida inaugural há dez anos e mencionou também seus melhores momentos na categoria.

“É uma longa história. Lembro do dia em que o Dener e o Beto Keller vieram conversar conosco na Stuttgart sobre o projeto. A previsão era de 12 carros, não tínhamos ideia de quão longe poderia ir. Vimos uma oportunidade interessante para participantes do Porsche Club que desejavam algo mais, uma competição de verdade. Ainda não se tinha uma visão clara de futuro, mas havia uma vontade muito grande de fazer dar certo. A Stuttgart entrou no projeto e foi apoiadora do Porsche GT3 Cup Challenge Brasil entre 2005 e 2013. Aquele dia da primeira corrida foi muito especial. Começamos a andar de forma mais profissional e, para mim, havia uma alegria adicional de correr junto com meus dois irmãos (Henry Visconde e Omilton Visconde Júnior). Eram 12 participantes e formávamos um quarto dos inscritos! Vi toda a evolução da categoria, em todos os aspectos. O Dener fez um trabalho extraordinário, de classe mundial. É por isso que a categoria tem dez anos e é por isso que gostamos de andar nela. Para mim, particularmente, a melhor lembrança é a da minha primeira vitória, em Jacarepaguá, em agosto de 2009. Ganhei outras corridas depois, mas a primeira é sempre a mais marcante. Eu já estava ‘batendo na trave’ antes e naquele dia a vitória finalmente aconteceu. É uma lembrança ótima, mas também traz uma certa tristeza porque o autódromo de Jacarepaguá não existe mais. Eu gostava muito de correr lá.”

Felizmente para todo o esporte a motor brasileiro, a situação do novo Velo Città é bem diferente do melancólico final do autódromo carioca. E promete muitas emoções na Porsche GT3 Cup Challenge no sábado.

Nesta sexta acontecem os treinos livres e a tomada de tempo da classe Cup. Todas as atividades são cobertas pelo livetime da Porsche GT3 Cup Challenge.

Programação – Etapa 2:

  • Sexta-feira, 17 de abril
    • 9h – 9h20 – Treino Opcional 1 Parte A – Challenge
    • 9h25 – 9h55 – Treino Opcional 1 – Cup
    • 10h – 10h20 – Treino Opcional 1 Parte B – Challenge
    • 11h – 11h30 – Treino Opcional 2 – Cup
    • 11h40 – 12h15 – Briefing – Cup + Challenge
    • 12h30 – 12h50 – Treino livre 1 Parte A – Challenge
    • 13h – 13h20 – Treino livre 1 Parte B – Challenge
    • 14h – 14h45 – Treino livre 1 – Cup
    • 14h50 – 15h10 – Treino livre 2 Parte A – Challenge
    • 15h20 – 15h40 – Treino livre 2 Parte B – Challenge
    • 16h20 -16h35 – Treino Clasificatório – Cup
    • 16h40 – 16h50 – Treino Classificatório Top 10 – Cup
  • Sábado, 18 de abril:
    • 9h – 9h10 – Treino Classificatório Grupo A – Challenge
    • 9h20 – 9h30 – Treino Classificatório Grupo B – Challenge
    • 10h – 10h40 – Corrida 1 (25 min + 1 volta) Grupo B – Challenge
    • 10h55 – 11h35 – Corrida 1 (25 min + 1 volta) – Cup
    • 11h50 – 12h30 – Corrida 2 (25 min + 1 volta) Grupo A – Challenge
    • 12h45 – 13h25 – Corrida 2 (25 min + 1 volta) – Cup
    • 13h35 – 14h05 – Porsche Experience
    • 14h15 – 14h45 – Treino livre 1 – Time Attack
    • 15h15 – 15h45 – Treino livre 2 – Time Attack
    • 16h15 – 16h45 – Time Attack

Porsche GT3 Cup – Lastro – Etapa 2

Constantino Jr, Miguel Paludo e Pedro Piquet 50 kg
Edu Azevedo 40 kg
Ricardo Baptista 35 kg
Marcel Visconde 30 kg
Daniel Schneider 25 kg
Maurizio Billi e Carlos Ambrósio 20 kg
Ricardo Rosset 10 kg
Rodolfo Ometto 5 kg

Porsche GT3 Challenge – Lastro – Etapa 2

JP Mauro e Geraldo Piquet 50 kg
Elias Azevedo 45 kg
Fábio Alves 40 kg
Daniel Paludo 35 kg
Marcio Mauro 30 kg
Tom Filho, Daniel Corrêa e Rodrigo Mello 25 kg
Marcello Sarcinella e Ramon Alcaraz 15 kg

Porsche GT3 Cup – Classificação

1. Constantino Jr e Miguel Paludo 40
3. Edu Azevedo 32
4. Ricardo Baptista 30
5. Marcel Visconde 23
6. Daniel Schneider 20
7. Maurizio Billi e Carlos Ambrósio 17
9. Ricardo Rosset 14
10. Rodolfo Ometto 10
11. Sylvio de Barros 8
12. Beto Posses 7
13. Marcelo Stallone, Lico Kasemodel, Gil Farah e Sérgio Ribas 6
17. Gui Affonso 3
18. Guilherme Figueiroa 2

Porsche GT3 Cup Sport – Classificação

1. Eduardo Azevedo 22 pontos
2. Marcel Visconde e Daniel Schneider 16
4. Carlos Ambrósio 12
5. Gil Farah e Rodolfo Ometto 8
7. Sylvio de Barros 6
8. Marcio Basso 5
9. Adalberto Baptista 0

Porsche GT3 Cup Master – Classificação

1. Maurizio Billi 22 pontos
2. Roberto Posses e Sérgio Ribas 13
4. Marcelo Stallone, Guilherme Figueirôa e Carlos Silveira 10
7. Gui Affonso 8
8. Tom Valle 0

Porsche GT3 Challenge – Classificação

1. JP Mauro 40 pontos
2. Elias Azevedo 36
3. Fábio Alves 28
4. Daniel Paludo 25
5. Marcio Mauro 20
6. Tom Filho 19
Daniel Corrêa 19
8. Kreis Jr 14
Marcello Sarcinella 14
Ramon Alcaraz 14
11. Rodrigo Mello 10
12. Vitor Scheid 6

Porsche GT3 Challenge Sport – Classificação

3. Rodrigo Mello 10 pontos
Tom Filho 10
3. Marcio Mauro 8
Daniel Corrêa 8
5. Marcello Sarcinella 5
6. Ramon Alcaraz 4
7. Vitor Scheid 0

Calendário – Porsche GT3 Cup Challenge

18.abr – Velo Città
23.mai – Interlagos
27.jun – Velo Città
8.ago – Interlagos
19.set – Goiânia
24.out – Curitiba
15.nov – Interlagos
28.nov – Interlagos