Pedro Piquet estreia com sétimo lugar na Nova Zelândia e mira pódios no domingo

Piloto Autotrac larga na primeira fila na corrida 2 e na segunda fila na corrida 3, enquanto na Flórida Nelsinho Piquet encara pista encharcada para garantir o quarto lugar no grid da classe Shifter em tradicional evento de kart

Previous Image
Next Image

Pedro Piquet fez um balanço positivo do primeiro dia de corrida na Toyota Racing Series. O bicampeão da F3 Brasil precisou lidar com pista molhada na primeira classificação e depois competiu com um pneu muito gasto na prova de abertura da temporada na Nova Zelândia. A vitória ficou com o austríaco Ferdinand Habsburg.

Para a jornada de domingo, que prevê duas provas, o brasiliense de 17 anos de idade está otimista em brigar pelos pódios. Ele larga a prova 2 na primeira fila, enquanto para a terceira corrida vai partir de quarto no grid.

A segunda bateria no circuito de Ruapuna Park, em Christchurch, tem 15 voltas, enquanto a terceira, a mais importante da rodada tripla, terá 20 giros.

Após encerrar as atividades do sábado, o mais jovem representante da família Piquet nas pistas relatou sua jornada da seguinte forma:

“Hoje tivemos duas classificações, uma em seguida da outra. A primeira foi na chuva e a gente estava até bem: vinha em segundo no início da classificação, quando deu bandeira vermelha. E quando voltamos não deu para baixar o tempo e acabou em décimo no grid da primeira corrida. Na segunda classificação, que foi no seco, fizemos o quarto tempo só três décimos atrás do primeiro, e foi bom.

Infelizmente na segunda classificação tive um “flat spot” num pneu depois de uma travada, o que deixou o pneu quadrado. Então tivemos que trocar esse pneu e colocar um pneu bem velho do treino.

Aí essa primeira corrida larguei de décimo com pneu dianteiro esquerdo com 200 km e mesmo assim foi bom. Na largada avancei para nono, depois oitavo. Daí na relargada passei mais um e acabei em sétimo, apesar de bastante problema na frente do carro pelo pneu usado.

Com isso amanhã largo em segundo na corrida 2. Acho que tem grande chance de sair uma vitória porque o primeiro e o segundo largam exatamente lado a lado, então quem largar melhor pula na frente e é bem difícil passar depois. E na terceira corrida largo em quarto. Então foi bom, o sétimo lugar ficou de bom tamanho, considerando o que aconteceu ao longo do dia, e nos deixa em condição de brigar pelos pódios no domingo.”

 

Florida Winter Tour

Do outro lado do planeta, Nelsinho Piquet também precisou lidar com pista molhada em sua primeira competição de 2016, no kartódromo de Homestead. O campeão mundial da FIA Formula E tradicionalmente disputa o Florida Winter Tour de kart em janeiro e enfrentou condições de pista muito desafiadoras na classificação, garantindo o quarto lugar no grid da classe Shifter.

“É muito divertido andar de kart na chuva e hoje o dia foi ótimo. Estou muito contente em competir com a Piquet Sports nesta etapa e espero que tenhamos bons resultados ao longo do fim de semana”, afirmou Piquet Jr.