Nelsinho Piquet mira os pontos no primeiro ePrix da história em solo africano

Primeiro campeão mundial da Fórmula E avalia que não será fácil repetir a pole de Hong Kong na veloz pista de Marrakesh

Previous Image
Next Image

A Fórmula E realiza neste sábado a primeira corrida de sua história no continente africano, com o ePrix de Marrakesh, segunda etapa da terceira temporada da única categoria global de carros movidos a eletricidade.

Primeiro campeão do mundo com os silenciosos bólidos elétricos, Nelsinho Piquet vem de pole position em Hong Kong, na prova anterior. Mas o competidor do carro #3 da equipe NextEV aponta que não será fácil repetir a façanha no Marrocos.

Depois de inspecionar com seus engenheiros o traçado deste fim de semana, ele argumenta que as características da pista podem não ser tão favoráveis ao seu equipamento.

“A pista de Marrakesh não vai ser fácil, vai ser de alta velocidade e pode ser que a gente sofra um pouco mais. Não é como Donington, mas está mais perto das características de lá que as de Hong Kong: é uma pista mais lisa, mais larga, com curvas de alta”, comentou, comparando com o traçado britânico onde tradicionalmente a Formula E realiza seus testes de pré-temporada.

Piquet frisou também que a equipe NextEV sofreu um baque com o falecimento do britânico Martin Leach, o chefe do time. Mas que esperam transformar em motivação a tristeza por não tê-lo mais presente na pista.

“Nosso time tem muitas pessoas novas, que estão começando a se entrosar. E sem dúvida a ausência do chefe que planejou isso tudo será sentida, mas vamos responder com esforço em dobro. Acho que vai ser um final de semana de muito trabalho, mas as coisas que o regulamento nos permite melhorar, como nosso software, estamos evoluindo. Então vamos tratar de continuar marcando pontos e seguir trabalhando para formar a melhor equipe possível e ter um plano bom para nosso futuro na Fórmula E”, completou.

Os canais FoxSports exibem o ePrix de Marrakesh a partir das 13h30 de sábado.