Azarado no sorteio, Nelsinho Piquet elogia Race of Champions

Brasiliense caiu nas estreias diante de adversários que acabaram nas finais de sexta e sábado

Previous Image
Next Image

Nelsinho Piquet não teve vida fácil na Race of Champions, disputada em Londres no último fim de semana. O campeão mundial da Fórmula E foi sorteado diante de rivais fortíssimos tanto na estreia da Nations Cup quanto do evento individual e não conseguiu avançar.

No primeiro dia, em disputa por países ao lado de Felipe Massa defendendo as cores brasileiras, Piquet foi sorteado contra a dupla Inglaterra 1, composta por Jason Plato e Andy Priaulx.

Os britânicos levaram a melhor no confronto, resultado que os impulsionou até a conquista do título, três confrontos mais tarde.

No domingo, no evento individual, Piquet estreou contra o multicampeão dinamarquês Tom Kristensen, que o superou por margem estreita. O nove vezes vencedor das 24 Horas de Le Mans avançou até a finalíssima, etapa em que foi superado pelo tetracampeão mundial de F1 Sebastian Vettel.

Mesmo sem vitórias, Piquet aprovou o evento, do qual havia participado apenas uma vez –também ao lado de Felipe Massa, em 2005.

“O evento foi muito legal, com nível de pilotos muito bom”, disse o campeão mundial da Fórmula E. “Uma pena que nos dois dias já enfrentamos logo de cara um adversário que acabou na final. Na disputa entre países eu e o Massa enfrentamos os caras que acabaram ganhando o evento inteiro. E no segundo dia fiz a estreia contra o cara que acabou em segundo, o Kristensen. Então realmente não tive muita sorte e peguei dois caras muito difíceis logo no início. Mas no geral foi legal, deu para desfrutar bastante e o evento é muito legal”, resumiu Piquet.

Seu próximo compromisso é o ePrix de Punta del Este, no dia 19 de dezembro.