Pedro Piquet ganha a 1ª na Porsche GT3 Cup e é o oitavo vencedor em 11 corridas de 2015

Cristiano Piquet assume a liderança na largada e vence novamente na Porsche GT3 Challenge

Previous Image
Next Image

O sábado em Goiânia foi do sobrenome Piquet na Porsche GT3 Cup Challenge.

Após dominar o treino livre e as duas fases do quali, Pedro Piquet largou da pole, liderou todas as voltas e cravou a melhor volta com o Porsche #6 na classe Cup. A primeira vitória do bicampeão da F3 Brasil com os carros de corrida mais vendidos do mundo veio com estilo, com mais um “grand chelem” em 2015.

Na sequencia da programação, Cristiano Piquet -que tem parentesco distante com a família do tricampeão mundial de F1- foi hegemônico na classe Challenge, em prova marcada por capotagem causadora de uma longa bandeira amarela. Alheio ao problema, o competidor do Porsche #8 assumiu a liderança na largada, conteve o assédio de Rodrigo Mello após a relargada e venceu pela terceira vez no ano, para reagir na classificação.

Na corrida pelo inédito tricampeonato da classe Cup, a abertura dos trabalhos em Goiânia favoreceu Ricardo Baptista (segundo colocado na prova) e Constantino Jr (terceiro). Ricardo Rosset subiu no pódio em quinto, enquanto Miguel Paludo conseguiu neutralizar uma tomada de tempo problemática: o gaúcho saltou de 13º no grid para sétimo na bandeirada, posto que lhe garante um lugar por fora na primeira fila da prova 2.

Já o campeonato da Challenge embolou novamente com o abandono do líder JP Mauro, combinado aos pódios e top10s dos adversários diretos. Fábio Alves reduziu a margem para o topo da tabela para 7 pontos, Elias Azevedo agora está a 10, e Cristiano Piquet abreviou seu déficit em 20 pontos, de 33 para 13 atrás do líder (sem considerar os descartes).

Neste domingo, o complemento da sexta etapa do calendário tem início às 10h com a largada da corrida 2 da Challenge, prova que novamente terá Elias Azevedo e Cristiano Piquet na primeira fila.

Às 11h será dada a luz verde para a corrida 2 da Cup, que pela regra de inversão do grid terá Rodolfo Ometto partindo da posição de honra e Pedro Piquet em oitavo lugar.

O portal Terra exibe as provas ao vivo. A TV Band mostra a íntegra da etapa no próximo domingo em VT, e o Sportv anunciará durante a semana a data de exibição do evento em TV fechada.

A corrida – Cup

Piquet largou bem e tracionou por dentro. Constantino arriscou por fora e, em bela manobra, saiu de sexto para a vice-liderança. Paludo também brilhou, conquistando nada menos que seis posições na largada, saindo de 13º para sétimo.

Piquet abriu no início, seguido por Constantino, que já vinha pressionado por Ricardo Baptista. Na volta 4, o carro #27 conseguiu a linha interna na curva 1 e ultrapassou o atual campeão.

Após 10 minutos de prova, Piquet, Baptista, Constantino, Lico e Rosset ocupavam o top5. Schneider vinha em sexto, liderando na Sport, enquanto Guilherme Figueirôa saltava para a ponta na Master, depois de bela ultrapassagem sobre Gui Affonso.

Estreante em Goiânia após ausência na etapa passada, o atual campeão da Cup Sport, Edu Azevedo, fez belo início, largando de último para 13º após oito voltas, inclusive ultrapassando Figueirôa por fora na freada do fim da reta. Mais à frente, Ricardo Rosset iniciou ataque a Lico no mesmo giro: o bicampeão se aproximava bastante no miolo, mas na reta o paranaense conseguia se recuperar.

Nas voltas 12 e 13, a briga esquentou entre os competidores da classe de entrada, com Gil Farah e Marcel Visconde duelando pelo top10. Pressionado, Marcel escapou de traseira e rodou, caindo de décimo para 16º.

No trecho final, os holofotes ficaram novamente no duelo entre Guilherme Figueirôa e Gui Affonso, valendo o 13º posto no geral, mas a liderança na Cup Master, que pela primeira vez teve o Porsche #9 coroado.

Dentro do top10, Rodolfo Ometto ganhou a posição de Pedro Queirolo. Com a conquista do oitavo lugar, garantiu o direito de largar na pole da corrida 2 no domingo.

A última volta reservou ainda briga de Lico com Constantino. Mesmo sem a velocidade do adversário, o campeão foi hábil ao defender por dentro sua linha e evitar a tentativa de “xis” na curva 1.

A corrida – Challenge

Partindo da pole, Elias Azevedo assumiu a linha central e perdeu rendimento na largada, sendo presa fácil não apenas para Cristiano Piquet, que alinhava na primeira fila. O carro #21 caiu para quarto. Rodrigo Mello se aproveitou e avançou para segundo, mas Kastropil forçou ultrapassagem no miolo, selando um início de prova avassalador no qual conquistou nada menos que seis posições nas duas primeiras curvas.

A batalha seguiu intensa na volta 2, quando o top5 se estabilizou com Cristiano Piquet, Kastropil, Rodrigo Mello, Elias e Daniel Corrêa, brigando muito e bloqueando rodas até conseguir passar o carro #21. Na volta 4, Rodrigo Mello deu o troco em Kastropil.

Então veio o acidente mais plástico da temporada até o momento.

Duelando pelo décimo lugar na volta 5, o líder JP Mauro dividiu a curva 1 com seu tio Marcio Mauro no Porsche #11. Os dois saíram rodando, e o estreante José França, que vinha logo a seguir, ficou sem ter para onde desviar e foi tocado pela traseira do carro #27, a seguir capotando na área de escape.

O safety car foi acionado para remover os carros acidentados, após os dois pilotos (JP e França) saírem andando de seus Porsches. Marcio Mauro ainda conseguiu retornar para a pista, completando a prova normalmente depois.

Após a relargada, as posições seguiram inalteradas -salvo pelo embate entre Kastropil e Daniel Corrêa pela terceira posição, que acabou com o competidor do Porsche #0. O maranhense radicado em Goiânia subiu ao pódio em quarto, com Elias Azevedo completando o top5.

Declarações dos pilotos

“Com o calor de mais de 30 graus sabia que seria um pouco difícil, porque os pneus acabam mais rápido. Então tentei abrir uma vantagem boa no início e administrar no final, sem a necessidade de forçar.
Como os carros na Porsche Cup são idênticos e os adversários têm mais experiência com esse equipamento, acho que demorei um pouco mais para pegar o ritmo de corrida (que na F3). Mas agora está bem disputado e espero novamente brigar pelas vitórias.
Se no domingo estiver o calor como hoje, fica difícil porque não dá para forçar muito e ir para cima dos caras sob pena de acabar com os pneus. Mas se eu conseguir chegar no pódio amanhã será um resultado sensacional.”
PEDRO PIQUET, vencedor da classe Cup no geral

“Para a Cup Sport foi ótimo, porque aumentou a diferença na ponta do campeonato, o que é muito bom. Estou um pouco chateado porque dei uma cochilada na largada e perdi três posições. Aí ficou difícil para recuperar. Até consegui aproximar dos concorrentes, mas subiu a temperatura do carro com isso e acenderam várias luzes no painel. Aí tive que afastar um pouquinho dos adversários e comecei a pensar na corrida de amanhã, quando vou largar em terceiro novamente e espero fazer uma largada melhor.”
DANIEL SCHNEIDER, vencedor da classe Cup Sport e sexto no geral

“Foi minha primeira vitória na carreira! Duelo com Gui Affonso foi muito difícil e limpo, complicado de segurar, pois me obrigou a frear lá dentro das curvas. Mas muito bacana. Estou muito feliz. Amanhã vamos largar mais para frente, em 13º e espero conseguir pegar o ritmo com aquela turma”
GUILHERME FIGUEIRÔA, vencedor da classe Cup Master e 13º no geral

“Hoje a sorte sorriu para mim. Na largada, acho que o Elias errou a marcha e largou muito mal, e eu fiz minha parte: larguei bem e daí foi só administrar. Estava adorando aquele safety-car demorado… Fiz o dever de casa e levo mais alguns pontos.
Pedrinho Piquet fez muita festa quando passei na reta e fico especialmente contente por vencer no mesmo dia que ele. Dois Piquet ganhando na sequencia foi especial realmente”
CRISTIANO PIQUET, vencedor da classe Challenge no geral

“Na largada consegui sair de quarto para segundo, o que foi bem bacana. Depois tive a disputa com o Kastropil: ele me passou e passei ele de novo. Se não fosse a bandeira amarela, acho que daria para disputar com o Cristiano e tentar a primeira vitória no geral hoje. Mas estou muito feliz com a prova. Hoje eu não pontuava na Challenge Sport, mas sem dúvida entro mais animado para fazer meu trabalho amanhã e continuar na busca pelo título na Sport”
RODRIGO MELLO, vencedor da classe Challenge Sport e segundo no geral

Goiânia 2 – Porsche GT3 Cup – Corrida 1:

1. Pedro Piquet, 19 voltas
2. Ricardo Baptista, a 6s865
3. Constantino Jr., a 10s565
4. Lico Kaesemodel, a 10s777
5. Ricardo Rosset, a 11s411
6. Daniel Schneider, a 14s480
7. Miguel Paludo, a 16s342
8. Rodolfo Ometto, a 16s962
9. Pedro Queirolo, a 17s150
10. Gilberto Farah, a 25s303
11. Sylvio de Barros, a 26s658
12. Eduardo Azevedo, a 30s688
13. Guilherme Figueirôa, a 31s148
14. Carlos Ambrósio, a 31s861
15. Marcel Visconde, a 32s354
16. Sérgio Ribas, a 37s791
17. Maurizio Billi, a 38s690
18. Adalberto Baptista, a 1min03s393
19. Jorge Gomez, 1min08s872
20. Gui Affonso, a 1 volta
21. Marcio Basso, a 2 voltas

Porsche GT3 Cup – Classificação geral:

1. Constantino Jr., 182 pontos
2. Miguel Paludo, 161
3. Ricardo Rosset, 159
4. Ricardo Baptista, 142
5. Daniel Schneider, 103
6. Lico Kaesemodel, 100
7. Pedro Queirolo, 94
8. Marcel Visconde, 87
9. Rodolfo Ometto, 86
10. Eduardo Azevedo, 74
11. Pedro Piquet, 71
12. Gil Farah, 68
13. Franco Giaffone, 60
14. Sylvio de Barros, 51
15. Carlos Ambrósio, 45
16. Maurizio Billi, 44
17. Gui Affonso, 18
18. Marcello Stallone, 16
19. Guilherme Figueirôa, 13
20. Sérgio Ribas, 11
21. Roberto Posses, 7
22. Tom Valle, 7
23. Adalberto Baptista, 6
24. Marcio Basso, 5
25. Carlos Silveira, 1

Goiânia 2 – Porsche GT3 Challenge – Corrida 1:

1. Cristiano Piquet, 14 voltas
2. Rodrigo Mello, a 0s883
3. Ronaldo Kastropil, a 1s647
4. Daniel Corrêa, a 2s001
5. Elias Azevedo, a 2s406
6. Gonzalo Huerta, a 2s867
7. Fábio Alves, a 4s062
8. Tom Filho, a 4s371
9. Ramon Alcaraz, a 7s313
10. Paulo Pomelli, a 9s730
11. Beto Leite, a 10s739
12. Marcio Mauro, a 27s482*
13. JP Mauro, a 10 voltas
14. José França, a 10 voltas
* Punido em 20s por ultrapassagem sob safety-car

Porsche GT3 Challenge – Classificação geral:

1. JP Mauro, 145 pontos
2. Fabio Alves, 138
3. Elias Azevedo, 135
4. Cristiano Piquet, 132
5. Tom Filho, 88
6. Márcio Mauro, 80
7. Daniel Corrêa, 74
8. Ramon Alcaraz, 70
9. Gonzalo Huerta, 69
Rodrigo Mello, 69
11. Daniel Paludo, 55
12. Ronaldo Kastropil, 46
13. Eduardo Ramos, 44
14. Marcello Sarcinella, 41
15. Vitor Scheid, 34
16. The Tonny, 29
17. Paulo Pomelli, 19
18. Beto Leite, 8
19. José França, 0