Pedro Piquet é o segundo mais rápido da pista em sua estreia de Mercedes em Salvador

Piloto Autotrac baixa quase dois segundos entre o treino livre e a tomada em sua primeira experiência acelerando em circuito de rua

Previous Image
Next Image

239742_455596_piquet_mercedes_1.sexta_josemariodias_9004A dupla Pedro Piquet e Daniel Corrêa vai largar em segundo lugar na prova de Salvador do Mercedes Benz Grand Challenge na classe C250 neste sábado. Em sua primeira corrida em circuito de rua, o campeão da F3 Brasil cravou o segundo tempo na tomada, com 1min25s814. A marca foi quase dois segundos melhor que o registrado pelo piloto de 16 anos no treino livre realizado mais cedo.

“Hoje foi o primeiro dia que eu andei, então tive o contato inicial do carro. Achei bem mais próximo de um carro de rua que um carro de corrida: tem ABS, câmbio automático… Foi um pouquinho difícil acostumar com isso. Mas do treino pra classificação baixou dois segundos. Se eu tivesse um pouquinho mais de experiência com o carro, daria para ser melhor ainda”, observou o piloto Autotrac.

Além de conhecer o carro, Pedro Piquet teve a oportunidade de acelerar pela primeira vez em um circuito de rua nesta sexta-feira em Salvador. “Achei bem legal. A pista é bem mais estreita que eu imaginava. Não tem muito bump, é uma pista boa, com retas bacanas e freadas fortes”, frisou.

Competidor titular do carro #69, Daniel Corrêa destacou o ritmo do parceiro durante a tomada. “Ficamos em primeiro quase o treino todo e a pole escapou no finalzinho. Nosso foco agora é trabalhar com um ritmo de prova constante, procurar não errar e evitar acidentes. A corrida será mais mente que carro ou qualquer outra coisa”, apontou o piloto, também estreante no circuito de rua da capital baiana.

“Largar por fora é um pouco mais complicado, mas vamos tentar largar bem e manter o segundo lugar ou ganhar a posição. Será importante fazer uma prova consistente, é uma corrida longa”, finalizou Pedro Piquet.

Esta é a quinta categoria diferente em que o mais jovem representante do clã Piquet corre em 2014. Ele começou o ano na Toyota Racing Series na Nova Zelândia, disputou todas as provas da F3 Brasil (conquistando o título com três etapas de antecedência), foi medalha de bronze no Global Rallycross Lites em Nova York e venceu de ponta a ponta a preliminar do GP Brasil de F1 pela Porsche GT3 Challenge no último domingo.

A corrida do Mercedes Benz Grand Challenge C250 tem previsão de 45 minutos mais uma volta. Na metade da prova há uma parada obrigatória de ao menos 2min30s para a troca de pilotos. Os pneus serão os mesmos usados na tomada desta sexta-feira.
A definição do piloto que larga e do piloto que assume o carro #69 no pit-stop será feita pela equipe Linardi Sports após a análise dos dados acumulados nos três treinos desta sexta-feira.

A prova de Salvador tem largada prevista para 10h25 deste sábado, com transmissão ao vivo no portal Terra. A Rede TV! mostra a prova no domingo.

Grid C250 Cup

  1. Peter Michel Gottschalk – 1:25.771
  2. Daniel Correa/Pedro Piquet – 1:25.814
  3. Marcos Paioli/Peter Gottschalk – 1:25.826
  4. Cesare Marrucci – 1:26.116
  5. Cesar Urnhani – 1:26.263
  6. Victor Amorim – 1:26.423
  7. Cristhian Mohr – 1:26.563
  8. Renato Camargo – 1:27.085
  9. Luiz Sena Jr – 1:27.206
  10. Beto Rossi – 1:27.221
  11. Leo De Nigris – 1:27.330
  12. Marcos Ramos/Claudio Simão – 1:27.512
  13. Roberto Santos/Mario Dantas – 1:28.183
  14. Max Mohr – 1:28.351
  15. Bruno Alvarenga – 1:29.137
  16. Betinho Sartório – sem tempo
  17. Romárcio Viola – sem tempo