Nelson e Pedro Piquet: pai e filho ao volante dos Porsches 911 GT3 Cup em Curitiba

Tricampeão de F1 acelerou o suficiente para conhecer o Porsche. Pedro, campeão da F3 Brasil por antecipação, desejava ganhar experiência. Mostrou talento e deixou bem impressionados os integrantes do Porsche GT3 Cup Challenge

Previous Image
Next Image

235155_440264_piquet_porsche_josemariodias_3174Piquet e Porsche.

A união destes dois nomes lendários do automobilismo mundial aconteceu nesta quinta-feira (25 de setembro) no autódromo de Curitiba. Na pista, estavam o tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet e seu filho Pedro, 16 anos, campeão da F3 Brasil em 2014 com duas etapas de antecipação. O treino dos Piquet com os carros do Porsche GT3 Cup Challenge aconteceu um dia antes da abertura da programação oficial da quinta etapa da temporada, que será realizada neste sábado (27) com transmissão ao vivo pelo portal Terra.

Pai e filho dividiram a pista durante algumas voltas. Nelson fez duas sessões de teste com um 911 GT3 Cup “991” da categoria Porsche Cup, enquanto Pedro teve três sessões de 45 minutos cada para pilotar um modelo da geração “997”, utilizado na Porsche Challenge, e no final da programação experimentou o “991”. O objetivo foi proporcionar a Pedro uma experiência adicional em sua curta (e vitoriosa) carreira como piloto. “Não estou acostumado com carros fechados, mas me adaptei rápido ao Porsche. Gostei muito dele, achei ótimo de pilotar. É rápido e estável”, afirmou depois de andar com o “997”. Depois, Pedro deu suas impressões sobre o “991”: “Andei pouco com ele. Foram quatro voltas e só uma foi rápida. Eles são parecidos por fora, mas a posição de pilotagem do ‘991’ é mais baixa e o câmbio é muito diferente”, explicou, referindo-se ao acionamento por borboletas no volante – no “997”, a troca de marchas é feita por alavanca, de maneira sequencial (mesmo mecanismo com o qual o piloto está habituado na F3).

Vinicius Quadros, engenheiro do Porsche GT3 Cup Challenge, ficou com ótima impressão do jovem Piquet: “Além de ter sido rápido, ele é muito focado e consciente. Ouvia nossas instruções e fazia o que recomendávamos. É disciplinado e tem personalidade. Sabe fazer as pessoas gostarem de trabalhar com ele. Isso é um bom caminho para chegar à vitória”, elogiou.

Nelson Piquet, por sua vez, guiou somente o Porsche 911 GT3 Cup “991” da Porsche Cup. O carro tinha decoração alusiva ao Brabham BT 49C com o qual foi campeão mundial em 1981. “Dei umas dez voltas. Estou velho, cansei logo”, brincou o tricampeão. “Sempre gostei de Porsche, mas nunca havia guiado um de corrida.” Nelson tem quatro filhos pilotos: Geraldo corre na Fórmula Truck, Nelsinho disputa atualmente diversas categorias (e hoje mesmo vai à pista de Seattle na penúltima etapa do Global Rallycross Championship) e Lazlo compete na Supermoto, categoria do motociclismo que mescla superfícies de terra e asfalto. O patriarca aposta em um futuro brilhante para Pedro: “Ele me impressiona. Tem 16 anos, foi campeão de F3 no ano de estreia, tem recordes de várias pistas e conseguiu tudo isso sem ter sofrido nenhum acidente. Não danificou um bico sequer”.

Piquet passou um bom tempo conversando com Dener Pires, diretor do Porsche GT3 Cup Challenge, sobre diversos assuntos. “Para nós, é uma honra ter um piloto como Nelson Piquet entre os que guiaram um carro da Porsche Cup. E ficamos muito bem impressionados com a rápida adaptação do Pedro ao carro. Ficou claro que é um piloto de grande talento”, afirmou.

Não foi a primeira vez que o sobrenome Piquet esteve associado ao Porsche GT3 Cup Challenge. Em fevereiro deste ano, Nelsinho Piquet participou de uma sessão de testes com o 911 GT3 Cup “997”, com o intuito de treinar para a etapa de abertura da Stock Car, em que competiu como convidado de Átila Abreu, o atual líder da temporada. Antes disso, em 2004, Nelsinho havia participado de uma corrida da Porsche Supercup em Silverstone, na Inglaterra. Largou em 9º entre 23 pilotos e abandonou devido a uma pane mecânica.

“Adorei dividir a pista com meu pai e agradeço a Porsche Cup pela oportunidade. Espero ter a chance de acelerar novamente esse carro de corrida”, afirmou Pedro após o término do teste. O próximo compromisso oficial do mais jovem representante do clã Piquet nas pistas acontece nos dias 18 e 19 de outubro, pela F3 Brasil também no Autódromo de Curitiba.

O vídeo dos testes de Nelson e Pedro Piquet no Porsche GT3 Cup Challenge pode ser visto abaixo.