Nelsinho Piquet vê 6 Horas de Spa como teste final para 24 H de Le Mans

Campeão da Fórmula E retorna ao protótipo classe LMP1 da equipe Rebellion e acelera no palco de sua primeira vitória na GP2

Previous Image
Next Image

O mítico circuito de Spa Francorschamps, na Bélgica, é unanimidade entre os pilotos: trata-se de dos palcos mais fantásticos do automobilismo mundial. Para quem fez pole lá em sua caminhada ao título da F3 Britânica e no ano seguinte venceu pela primeira vez na GP2, mais ainda.

E é com o ânimo de retornar a um traçado dos sonhos e acelerar acima de 300 km/h que Nelson Piquet Jr desembarca na antológica pista belga para a segunda etapa do Mundial de Endurance (WEC) neste domingo. Ele novamente compõe o trio do protótipo #12 da equipe Rebellion na classe LMP1, a mais veloz do campeonato, ao lado do francês Nico Prost e do alemão Nick Heidfeld.

O time vem credenciado pela dobradinha entre as equipes privadas na abertura da temporada em Silverstone, performance coroada com terceiro lugar no geral para o carro #13 e quarto para o #12 –resultado que introduziu o atual detentor do título mundial da Fórmula E no seleto grupo dos pilotos que conquistaram pontos na F1, divisão de elite do WEC e na novíssima categoria para veículos elétricos (os demais são Heidfeld e o suíço Sébastien Buemi).

As 6 Horas de Spa representam a última oportunidade para a equipe Rebellion aprimorar o equipamento com vistas às 24 Horas de Le Mans, maior corrida de longa duração da história, para a qual Piquet Jr retorna neste ano após uma única participação, acelerando um Aston Martin em 2006, quando terminou em quarto na classe GT1.

“Spa é uma pista muito boa e com certeza vai ser mais uma excelente etapa de preparação para Le Mans: nosso último grande teste para as 24 Horas. Então realmente temos que trabalhar forte e melhorar os pontos que identificamos em Silverstone que dá para evoluir, por exemplo o setup do carro e a performance nas curvas de alta”, aponta o brasiliense de 30 anos de idade.

Piquet tem história na pista belga, com pole e vitórias pelas categorias de base que o alçaram à F1 na década passada.

“Faz um bom tempo que não ando em Spa, tenho grandes memórias lá, com bons resultados na F3, GP2. É uma pista muito legal e espero que nosso carro ande rápido, funcionando perfeitamente nas curvas de alta, algo muito importante em Spa”, conta o piloto, pole position pela tradicional F3 Britânica na Bélgica em sua arrancada rumo ao título de 2004.

“Minha primeira vitória na GP2 foi em Spa, num dia que começou de pista molhada e foi secando, secando. Aí fomos um dos primeiros a colocar pneu slick e estava arriscado porque a pista é bem rápida, não esquenta muito, então demora um pouco a secar completamente. Consegui manter o carro na pista e ganhamos a corrida, foi muito legal, uma grande lembrança subir no pódio junto com o Rosberg e o Viso”, comenta Piquet, sobre a primeira prova da rodada dupla de 2005.

Os dois primeiros treinos livres acontecem nesta quinta-feira, a partir das 7h15 da manhã (horário de Brasília). Na sexta a programação determina o terceiro treino livre e a tomada de tempo (às 11h40). A largada para a corrida de seis horas acontece no sábado, às  9h30.