Nelsinho Piquet sobe para terceiro no Global Rallycross Championship

Brasiliense é quarto em Seattle e vai para a prova final em busca do título em sua temporada de estreia

Previous Image
Next Image

235343_440959_img_0943Nelsinho Piquet se credenciou definitivamente para brigar pelo título do Red Bull Global Rallycross Championship na penúltima etapa da temporada, disputada na noite de sábado em Seattle. O representante da equipe SHR Rallycross foi quarto colocado na final, depois de terminar a preliminar e a semifinal em segundo lugar. Com o resultado ele foi a 304 pontos no campeonato e agora é o terceiro colocado na tabela.

“Depois das dificuldades que tivemos na rodada dupla em Los Angeles, saio satisfeito de Seattle. Fizemos uma corrida boa e reagimos no campeonato. Foi positivo terminar na frente do Ken Block e do Scott Speed e agora vamos para Las Vegas com tudo para brigar pelo título”, avaliou o piloto do Ford Fiesta ST #75.

A jornada em Seattle começou complicada para o piloto brasiliense, que disputa sua primeira temporada completa no rallycross. Um pneu furado na tomada deixou Nelsinho apenas com o sétimo tempo.

“Felizmente o acerto estava bom e consegui me adaptar bem à pista, que era quase toda de terra. Na final, tentei atacar o Brian Deegan pelo terceiro lugar, mas ele não compete o campeonato e foi muito agressivo me fechando nas duas tentativas que fiz para ultrapassar”, relatou Piquet.

O piloto acrescentou que um dos maiores desafios que enfrentou na finalíssima foi a visibilidade reduzida. Havia muita poeira no traçado montado na Dirt Fish Rally School, além do sol poente cegando os pilotos em alguns trechos. “E meu vidro acabou bastante trincado pelas pedras que o carro do Deegan levantou quando estava atrás dele.”

Depois do seu sexto top5 em nove corridas, o representante brasileiro no GRC está a 28 pontos do novo líder, o finlandês Joni Wiman, que também compete com um Ford Fiesta ST.

“Agora vamos com tudo em Las Vegas. No ano passado com um carro muito fraco consegui conquistar um lugar na final lá. É uma das minhas cidades favoritas nos Estados Unidos, onde inclusive ganhei uma corrida de Nascar com ultrapassagem na volta final.”

A prova decisiva do GRC acontece no dia 6 de novembro. Antes disso, Nelsinho tem dois compromissos com o BMW Team Brasil no Blancpain Sprint Series, com provas na Bélgica e Azerbaijão.

GRC Supercars – Seattle:

  1. Sverre Isachsen
  2. Joni Wiman
  3. Brian Deegan
  4. Nelson Piquet Jr
  5. Rhys Millen
  6. Scott Speed
  7. Patrik Sandell
  8. David Higgins
  9. Ken Block
  10. Tanner Foust

GRC Supercars – Classificação após nove etapas (top10):

  1. Joni Wiman 332
  2. Ken Block 320
  3. Nelson Piquet Jr 304
  4. Scott Speed 303
  5. Sverre Isachsen 247
  6. Patrik Sandell 239
  7. Steve Arpin 208
  8. Rhys Millen 196
  9. Tanner Foust 178
  10. Bucky Lasek 173