Nelsinho Piquet estreia no Drivers Challenge e vence pela primeira vez na terra

Brasiliense triunfa em corrida de kartcross no Peru e bota o Brasil no mapa da categoria, a exemplo do que fizera na GP2, A1GP, Nascar e rallycross

Previous Image
Next Image

Nelsinho Piquet conquistou a vitória na prova de kartcross do Drivers Challenge realizada na tarde deste sábado em Lima. Foi a primeira vitória do brasiliense em pista de terra, em sua estreia no evento. Foi também a primeira participação de um piloto brasileiro na competição latino-americana, que apresenta aos 16 pilotos do grid um desafio duplo: além da prova de kartcross, a etapa peruana terá neste domingo os competidores acelerando carros Mitsubishi Mirage no circuito de terra de 1,32km montado em pleno deserto.

Não é a primeira vez que Piquet Jr desbrava uma categoria para o automobilismo brasileiro. Em 2005, em Spa-Francorchamps, ele foi o primeiro representante do país a vencer na GP2. No mesmo ano, em Brands Hatch, venceu a primeira corrida da história da A1GP pela equipe verde e amarela chefiada por Emerson Fittipaldi. Na Nascar, Nelsinho foi o único brasileiro a triunfar até hoje: amealhou quatro vitórias em 2012 nas mais variadas pistas, como oval curto (Bristol, pela Pro Series East), oval intermediário (Las Vegas, pela Truck Series), oval de duas milhas (Michigan, pela Truck Series) e pista mista (Road America, pela Nationwide Series). Também no rallycross, Piquet emplacou a bandeira nacional pela primeira vez em 2014, liderando o Red Bull Global Rallycross Championship durante a maior parte do ano e subindo ao pódio três vezes consecutivas.

“Estou muito contente com a vitória no kartcross. Foram várias baterias classificatórias, sempre por tempo, e fui avançando o dia todo em primeiro. Na final consegui ser um décimo mais rápido para ganhar. Dedico essa taça a dois amigos meus: Alan, que foi meu personal trainer na Europa e perdeu a mãe recentemente, e Ayrton, amigo da família, cujo pai faleceu na última semana. Amanhã tem outra prova e depois vou para Mônaco”, disse Nelsinho.

Vencedor do último ePrix do ano, em Long Beach, Piquet é vice-líder do primeiro campeonato global para carros 100% elétricos por um ponto. “Claro que vou bem motivado, tanto para a corrida deste domingo, quanto para reassumir meu carro na Fórmula E. Aliás, é claro, agradeço à Claro pelo convite para competir no Peru. O formato do Drivers Challenge é muito legal e espero trazer outros pilotos brasileiros para as próximas etapas do calendário”, frisou o piloto.

O evento de kartcross teve quatro baterias classificatórias, a semifinal e a final, com os carros correndo separadamente. Na fase decisiva, Nelsinho registrou sua melhor volta em 1min00s148. O segundo melhor tempo foi do peruano Nico Fuchs, competidor regular do grupo de produção do WRC, com 1min00s293. Os veículos eram todos idênticos, construídos com chassi tubular e equipados com motor Suzuki GSX de 750cc e 150 cavalos.

Esta é a segunda etapa do Drivers Challenge, que estreou em Cancún (México) em fevereiro. A próxima etapa acontece no Panamá.

Para mais informações sobre o evento: www.drivers-challenge.com