Nelsinho Piquet estreia com quarto lugar no GRC

Brasileiro termina a final a 0s077 do pódio em Barbados após vencer duas baterias e ser segundo colocado em outra

Previous Image
Next Image

223717_405433_np14_bardom1Nelsinho Piquet ficou a menos de um décimo de segundo de seu primeiro pódio no Red Bull Global Rallycross Championship. O piloto brasiliense foi um dos destaques da etapa de abertura da temporada em Barbados e ocupa a quarta posição no campeonato. O Ford Fiesta #07 da equipe SH Racing Rallycross cravou o recorde da pista, venceu duas baterias, foi segundo colocado em outra e acabou a final em quarto lugar depois da maior disputa do final de semana no Caribe. “Foi um final de semana intenso, de muito aprendizado. A final foi brutal e certamente teria carro para disputar a vitória se não tivesse perdido tanto tempo numa briga com um competidor que acabou destruindo seu carro de tanto apelar para me bloquear. O resultado não foi exatamente o esperado, mas fico contente porque seremos competitivos o ano todo”, avaliou Piquet Jr. Seu domingo começou da mesma forma como acabou o sábado: vencendo a bateria eliminatória. Na primeira corrida do dia, o brasileiro ficou com a vitória graças a uma ultrapassagem sobre Patrik Sandell em pleno salto. A segunda eliminatória do dia (e terceira do final de semana) opôs o Fiesta #07 ao potente carro do americano Ken Block. Nelsinho saltou na frente, mas o adversário tinha um equipamento mais eficiente na reta e contornou a primeira curva na liderança, que sustentou até o final. O resultado foi suficiente para colocar Piquet Jr em sua primeira final no Global Rallycross Championship. A corrida decisiva foi bastante movimentada. Logo na primeira volta a bandeira vermelha foi acionada depois de Block capotar o carro #43 e danificar o muro de proteção, que precisou de reparos.  Com a pista recuperada, Nelsinho alinhou na segunda fila para a largada e mais uma vez saltou com eficiência. À sua frente porém, Scott Speed não foi tão veloz, e o Fiesta #07 acabou encaixotado, favorecendo a ultrapassagem do Subaru do norueguês Sverre Isachsen. Então veio o duelo mais intenso do final de semana, com o carro #11 travando o brasileiro de todas as formas. Depois de 7 das 10 voltas da corrida final, a direção de prova puniu o norueguês. Mas ele foi incapaz de cumprir o “stop and go” pois já havia destruído completamente seu carro e acabou abandonando a prova. Melhor para Scott Speed, que retomou a liderança após um erro do novato Joni Wiman e conduziu o carro #77 até o final na frente. Após a prova, na entrevista oficial dos três primeiros, Speed afirmou que esperava duelar com Nelson pela vitória e que ficou aliviado ao perceber que o carro #11 havia comprometido a prova de seu ex-adversário na Fórmula 1. Nas três voltas finais, o brasileiro ainda conquistou uma posição e cruzou a linha de chegada meio carro atrás do americano Brian Deegan. O cronômetro assinalou 0s077 de vantagem para o carro #38 no momento da bandeira quadriculada. “Foi um aprendizado para todos, até mesmo para os comissários. Era a primeira corrida do ano e eles certamente tomarão as medidas para garantir o espetáculo que os fãs querem ver sem o risco de ninguém sair machucado”, frisou Nelsinho. A próxima etapa da temporada 2014 do Red Bull Global Rallycross Championship acontece nos XGames de Austin, no dia 7 de junho.

Resultado da final em Barbados:

  1. Scott Speed 7min55s060
  2. Steve Arpin +9s228
  3. Brian Deegan +13s636
  4. Nelson Piquet Jr +13s713
  5. Joni Wiman +16s328
  6. Sverre Isachsen -3 voltas
  7. Rhys Millen -6 voltas
  8. Patrik Sandell -6 voltas
  9. Austin Dyne DNF
  10. Ken Block DNF

Classificação no campeonato:

  1. Scott Speed 54 pontos
  2. Steve Arpin 47
  3. Brian Deegan 43
  4. Nelson Piquet Jr 40
  5. Joni Wiman 36
  6. Sverre Isachsen 28
  7. Rhys Millen 21
  8. Patrik Sandell 18
  9. Austin Dyne 13
  10. Ken Block 10
  11. Tanner Foust 4
  12. Emma Gilmour 3
  13. Bucky Lasek 2
  14. Travis Pastrana 0
  15. Pat Moro 0
  16. Sarah Burgess 0