Nelsinho Piquet espera menor diferença para adversários em Paris

Capital francesa estreia na Fórmula E com o menor circuito do calendário

Previous Image
Next Image

A temporada 2 da FIA Fórmula E chega à Europa em grande estilo. Paris estreia neste sábado no calendário da categoria que tem Nelsinho Piquet como seu primeiro campeão do mundo.

Apesar das grandes dificuldades enfrentadas pelo equipamento do Nextev TCR na segunda temporada, o brasiliense acredita que a diferença do carro #1 para os concorrentes deve ser menor na capital francesa.

“A pista não tem tantas chicanes como outras onde corremos ao longo do ano e que dificultam para nosso carro. Além disso é o menor circuito do ano, então naturalmente todos tendem a ficar mais próximos. Também estou animado pelo fato de ser uma pista inédita, porque na temporada 1 a gente foi muito bem no trabalho de aprender rapidamente os traçados, que eram todos novos”, comentou Piquet.

O circuito parisiense tem 1,93 km de extensão, com 14 curvas no entorno do histórico complexo de Les Invalides –um dos pontos icônicos da capital francesa. Até hoje, apenas quando correu em Mônaco no ano passado, a Fórmula E usou uma pista mais curta.

Além de ser a cidade onde fica a sede da FIA (Federação Internacional do Automóvel, a entidade que comanda o automobilismo mundial), Paris está na história das competições do esporte a motor. O evento considerado a primeira competição de automóveis no mundo também utilizou as ruas da cidade. Foi a corrida Paris-Rouen, em 1894. Largaram 21 carros e 17 concluíram o percurso de 127 km. O vencedor foi Jules Albert Graf, o conde de Dion. Ele cumpriu o trajeto em 6 horas e 48 minutos, com média de 19 km/h.

Neste sábado, serão outros os pioneiros a acelerar na charmosa capital da França.

A Fox Sports 2 anuncia a exibição do ePrix no sábado a partir de 12h30.