Em fim de semana de altos e baixos em Daytona, Nelsinho Piquet defende top5 no GRC

Pedro Piquet compete pela Porsche Mobil 1 Supercup na Áustria e destaca aprendizado

Previous Image
Next Image

Nelsinho e Pedro Piquet aproveitaram a brecha nos calendários da Fórmula E e da F3 Brasil e aceleraram no último fim de semana nos dois lados do Atlântico. O irmão mais velho avançou para a final nos dois dias de rodada dupla do Global Rallycross Championship em Daytona e é quarto colocado no campeonato, enquanto Pedro fez sua primeira corrida pela Porsche Mobil 1 Supercup na preliminar do GP austríaco de F1, no Red Bull Ring.

Na Flórida, o Ford Fiesta ST #07 preparado pela equipe SHR Rallycross não repetiu a performance da abertura da temporada, em Fort Lauderdale. Depois de uma animadora quarta posição no quali de sábado e do segundo lugar na primeira eliminatória, o rendimento na semifinal não permitiu a Nelsinho ir além da quarta posição. Ele precisou da repescagem para conquistar a vaga na final e terminou a prova decisiva em sétimo.

No domingo ele foi sétimo no quali, terceiro na eliminatória e quinto na semifinal. O time solucionou o problema que o carro apresentava no motor antes da repescagem, para Piquet Jr novamente conquistar uma vaga na final com a quarta posição.

“Largando em último na final sabia que seria difícil, mas o carro reagiu. Consegui uma boa largada e estava em quarto. Mas levei uma batida forte quando um adversário espalhou na curva e minha corrida acabou ali: com o equipamento danificado, completei a prova pensando nos pontos”, contou o brasiliense, que recebeu a bandeirada em sexto.

Nelsinho é agora quarto colocado na tabela de classificação, com 106 pontos. O sueco Sebastian Eriksson lidera com 137, seguido pelos norte-americanos Ken Block (129) e Tanner Foust (120). A próxima etapa do campeonato acontece no feriado americano de 4 de julho na Base Militar de New River.

Após a terceira etapa do Global Rallycross Championship, o piloto viajou para a Espanha. Ele realiza nesta segunda-feira uma bateria no simulador do Nextev TCR em Valencia, visando a rodada dupla de encerramento da temporada da Fórmula E neste fim de semana em Londres. Nelsinho lidera o campeonato com 17 pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

Já Pedro Piquet cruzou o oceano no sentido inverso.

O jovem campeão da F3 Brasil assumiu o Porsche #40 da equipe Walter Lechner na etapa austríaca da Porsche Mobil 1 Supercup, preliminar do GP da Áustria de F1. O piloto de 16 anos acelerou em pista seca e molhada, encontrou uma inédita situação de largada e saiu muito contente pela experiência no Red Bull Ring.

“Foi muito legal, o clima de Fórmula 1, tudo muito organizado. A pista era impecável e muito legal. Tivemos um treino no seco, que foi razoável, fui 21º de 28 e era meu primeiro contato com o pneu e a pista e acho que consegui evoluir bem”, relatou o piloto, que participa com o mesmo carro, o Porsche 911 GT3 Cup ‘991’ na temporada 2015 da Porsche GT3 Cup Brasil.

No sábado, o competidor de 16 anos colocou o Porsche #40 na sétima fila. “Na classificação, conseguimos fazer 14º na chuva. Acho que foi uma boa classificação, tanto porque nunca tinha andado em pneu de chuva de lá e também porque tive só meia hora para me adaptar, então fiquei contente”.

“Na corrida tive um pouco de dificuldade porque era largada parada e eu nunca tinha feito esse tipo de largada com esses carros grandes. Só consegui treinar uma vez no treino, então perdi umas duas posições na largada. Na segunda reta tive um toque, que meu carro foi de lado uns 300m e voltou, depois os quatro pneus dechaparam e foi difícil. Mas consegui ir até o final para pegar mais experiência, terminei a prova e o time ficou feliz com tudo. Então vamos ver agora se conseguimos fazer mais algumas etapas da Supercup, para pegar as pistas da Europa”, concluiu Pedro, que recebeu a bandeirada em 27º.

A exemplo do irmão mais velho, ele também tem uma rodada dupla neste fim de semana: disputa a terceira etapa da Fórmula 3 Brasil em Santa Cruz do Sul. Atual campeão da categoria, Pedro Piquet ocupa a terceira posição no campeonato de 2015, com 33 pontos, após duas vitórias e duas quebras nas quatro corridas realizadas neste ano.