Com ótima recuperação, Nelsinho Piquet escala pelotão e termina prova do GT Open em quarto

Após classificação conturbada, parceria do brasileiro com o português Lourenço Beirão conquista posição no top5 em Spa depois de sair em 21º

Previous Image
Next Image

Depois de uma excelente corrida de recuperação, a parceria formada por Nelsinho Piquet e o português Lourenço Beirão escalou 17 posições e terminou num ótimo quarto lugar na primeira bateria da rodada dupla de Spa-Francorchamps do GT Open.

O sábado começou com uma classificação conturbada, na qual Beirão perdeu seu melhor tempo por exceder os limites da pista, e a dupla da Teo Martin Motorsport ficou apenas com a 21ª colocação no grid de largada.

No primeiro stint, Beirão escapou de confusões na largada e, com boas ultrapassagens e contando com alguns acidentes de adversários, entregou o BMW M6 a Nelsinho perto do top 10 pouco antes da metade da prova.

Piquet Jr. imprimiu excelente ritmo de corrida e logo chegou às primeiras colocações, com manobras precisas de ultrapassagens e virando tempos sempre próximos dos líderes da competição.

Nelsinho chegou ao top5 faltando cerca de dez minutos para o fim e se posicionou atrás do italiano Vito Postiglione, que, no entanto, já estava punido com cinco segundos em seu tempo total de prova. Com isso, Piquet ficou com a quarta posição.

Neste domingo, às 5h10 (de Brasília), Nelsinho volta ao volante do BMW M6 para a classificação da segunda bateria. Como manda o regulamento do GT Open, o próprio Piquet fará o primeiro stint, entregando o carro a Beirão para o fim de prova, que começa às 9h15.

O site oficial da categoria (http://www.gtopen.net) transmite a corrida.
O que disse Nelsinho:

“Sabíamos que seria uma corrida de recuperação. Paramos mais cedo para que eu pudesse atacar logo. No fim, Vito Postiglione, que estava à minha frente, já estava punido, então fiquei administrando no fim porque não precisava passar, e o terceiro colocado estava muito longe, senão eu tentaria. Amanhã eu que vou classificar o carro, então espero ficar nas duas primeiras filas, fazer um bom primeiro stint e tentar entregar o carro para buscarmos o pódio. E pelo regulamento os primeiros colocados de hoje têm de cumprir respectivamente quinze, dez e cinco segundos a mais no pit stop. Então acabou sendo bom ficar em quarto, já que os três vão ter de pagar esse tempo amanhã”