Átila Abreu e Nelsinho Piquet ficam entre os mais rápidos na Stock Car

Chevrolet #51 termina em sexto com o campeão mundial da Fórmula E pela manhã e baixa 0s060 com Átila, para ser quinto em seu grupo à tarde

Previous Image
Next Image

O Chevrolet #51 preparado pela equipe Shell Racing passou a sexta-feira toda entre os mais rápidos nos treinos livres da Stock Car. Pela manhã com Nelsinho Piquet e depois com Átila Abreu, o carro foi protagonista dos treinos livres, inclusive com os dois pilotos registrando suas melhores voltas com marcas muito próximas (seis centésimos de diferença apenas).

Piquet Jr cravou o sexto tempo do treino exclusivo para pilotos convidados –e foi um dos competidores que menos voltas percorreram, 19 no total, um dos dois carros no top10 com menos de 20 giros percorridos. Em sua melhor passagem, o campeão mundial da FIA Formula E registrou 1min19s704, ficando a menos de dois décimos da melhor marca de sua sessão.

Ao meio dia foi a vez de o sorocabano titular do bólido entrar na pista, para uma sessão de 45 minutos que a Shell Racing aproveitou para usar como simulação da tomada de tempo, já que o treino acontece no mesmo horário do quali deste sábado. Ele terminou com o 14º tempo entre os titulares, registrando sua melhor volta em 1min19s640. Mas, considerando apenas os carros de seu grupo, que foi para pista com temperatura mais alta, Átila foi quinto.

Os dois pilotos saíram do carro satisfeitos e motivados para a jornada deste sábado no Autódromo Internacional de Curitiba.

“A gente veio evoluindo o carro. Hoje foi meu segundo contato com o Chevrolet #51 e por questões de pneu e treino mais curto buscamos velocidade, uma vez que aconteceu no período do dia mais próximo da classificação de amanhã.

Foi bem dinâmico, cada saída para pista com um pneu. Acho que o carro melhorou desde ontem e tem ainda margem para evoluir mais. A diferença ontem era maior, mas estamos no caminho e, mais importante, os dois pilotos entre os primeiros colocados”, comentou Átila.

O vice-campeão de 2014 ainda comparou a condição dos dois treinos, revelando confiança em que Piquet consiga uma marca ainda mais expressiva no sábado. “Em relação aos tempos, meu e do Nelsinho, acho que de manhã estava mais frio e os convidados tinham o push-to-pass. Mas ele vinha com pneus bem mais gastos, então tenho certeza que com pneu melhor ele vai melhorar mais. Em todas as corridas de convidados sempre tivemos uma performance bem homogênea, com tempos muito parecidos e a mesma reação do carro.”

Piquet, por sua vez, reiterou que tem como objetivo ajudar Átila o máximo que puder, ainda que isso signifique dar menos voltas –como aconteceu pela manhã.

“O treino foi bom, mais para sentir o carro e para realmente ter certeza de que está tudo em ordem. A gente não quis abusar muito dos pneus, porque é só a primeira etapa do campeonato e não vale muito ponto e temos que pensar também no resto do campeonato do Átila, que ele precisa ter pneu para o ano inteiro. Então tem que se segurar para não ficar virando volta rápidas na sequência com o pneu novo no treino livre, até porque tem previsão de chuva para amanhã na tomada. O importante agora é não fazer nenhuma besteira, entregar o carro para o Átila numa condição boa para treinar e não sacrificar tanto assim o equipamento e os pneus porque ele tem o ano todo pela frente.”, observou o brasiliense.

O grid de largada será auferido pela média da melhor volta lançada de cada pilotos. Titulares e convidados irão para a pista em grupos, com duas oportunidades de voltas rápidas cada um.

O Sportv exibe o quali ao vivo às 12h. No domingo, a corrida terá luz verde às 12h30, também com exibição ao vivo no mesmo canal.