Após primeiro pódio, Pedro Piquet volta a acelerar na FIA F3 Euro em Spa-Francorchamps

Brasileiro vem de seu melhor fim de semana na categoria e retorna ao circuito em que teve ótima atuação no ano passado

Previous Image
Next Image

Depois de conquistar seu melhor resultado na FIA F3 Euro, o brasileiro Pedro Piquet volta a acelerar seu Dallara-Mercedes nos próximos dias pela rodada tripla de Spa-Francorchamps, na Bélgica.

No começo do mês, em Norisring (Alemanha), Piquet conquistou um segundo e um sexto lugares, totalizando 26 pontos em apenas um fim de semana, seu recorde na categoria. Com esses resultados, Pedro está a apenas 12 pontos do top10 na tabela.

Pedro espera manter o bom momento justamente na pista em que fez sua melhor exibição na temporada de estreia, em 2016 – na segunda prova em Spa-Francorchamps, Pedro conseguiu belas ultrapassagens e terminou em sexto após sair em 14º.

Em Spa, o piloto da Van Amersfoort encara o traçado mais longo de todo o campeonato, com 7.004 metros. Com a variedade de curvas, desde o gancho de La Source até a desafiadora Eau Rouge, o desafio é considerado o maior da temporada.

Outro conhecido fator que muitas vezes afeta as atividades de pista em Spa é a chuva. O circuito é localizado na floresta das Ardennes, região conhecida pela instabilidade climática, e isso costuma embaralhar as cartas nos treinos classificatórios e corridas.

Nesta terça-feira, Piquet já vai à pista para um dia de testes, enquanto a programação da rodada tripla prevê atividades na quinta, sexta e sábado devido às tradicionais 24 Horas de Spa-Francorchamps.

O site oficial da categoria (http://www.fiaf3europe.com) transmite as três corridas da programação, uma no sábado e duas no domingo, com horário a definir.

O que disse Pedro Piquet:

“Já estou em Spa e teremos um treino já amanhã. Como é Spa, chove e para, chove e para, e parece que mais para o fim de semana deve ficar seco. Amanhã deve ser chuva, mas mesmo assim temos de focar muito no carro e aprender, porque na classificação de quinta-feira deve chover também. Em Spa é preciso ter uma concentração muito alta e não se pode perder a frieza. Não se pode ficar nervoso caso cometa um erro na primeira curva, é preciso ter velocidade no restante da volta porque pode ser a única chance. Pode haver alguma bandeira vermelha ou chuva, então são poucas voltas nos treinos. Estou muito animado e espero andar também no seco porque é uma pista muito prazerosa”